Entenda o Proj. Caminho do Peabiru



Diário de Motocicleta

Eu ainda estava publicando dicas sobre o roteiro para Salvador feito no ano anterior, até que o meu telefone tocou.
Do outro lado da linha uma voz feminina queria falar com o resposnável pelo Diário de Motocicleta, e saber se eu já havia uma próxima aventura em vista.

Achei legal alguém me ligar para peguntar isso! E quando respondi que tinha alguns roteiros na cabeça, ela começou a se paresentar, dizendo que havia acompanhado o nosso Proj. Êxodo de Moto, e que falava por parte do Salão Duas Rodas - a ideia de divulgar o 11º Salão Duas Rodas de 2011 começava ali.

Bastou uma reunião para eles aprovarem o roteiro que era quase uma lenda urbana de tão incrível.
Há tempos eu pesquivasa um caminho que teria sido contruído pelos INCAS, ligando o Litoral do Peru ao Litoral do Brasil, mais precisamente em São Vicente/SP.

O Caminho do Peabiru, que foi construído por INCAS e Índios Guaranis, serviu em meados de 1.500, como vias de acessos para Portuguese, Espanhóis, Bandeirantes e Paulista continetne a dentro, e este trânsito transformou o caminho "de Índio" em muitas ruas, avenidas e estradas que podemos hoje rodar.

Cruzamos o Paraná, Paraguai, Bolívia, Peru, Chile e Argentina, passamos pelo Lago Titicaca, motocamos a Cordilheira, conhecemos Machupicchu e vimos o Ocêano Pacífico.

Esta aventura terminou com a exposição da nossa moto no Salão Duas Rodas daquele ano, o que atraiu ao nosso stand, muitos apaixonados por viagens de moto que acompanharam nossa trip e, com alegria, passaram para nos dar um abraço.

CASARÃO MOTOS SUZUKI

Cidade: Os Patrocinadores/SP | Categoria: Infos Úteis
Postado em: 29/6/2011
Diário de Motocicleta

Tão logo meu contrato com o Salão Duas Rodas foi fechado eu me deparei com um probleminha! Com que moto eu vou?

Na ocasião eu viajava de Shadow 600cc pra cima e pra baixo, e era muito feliz, mas para subir os Andes com uma moto carburada não é uma idéia muito boa, e como costumo brincar, existem meios mais fáceis para se divorciar do que levar a mulher a 4.000 metros de altura e ver sua moto apagar, não é verdade? (rs)

Foi então que entrei na Casarão Motos em São Vicente/SP e conheci o Claudio, responsável pelos eventos e marketing da empresa e, que se apaixonou logo de cara pelo nosso projeto.

Inicialmente pleiteamos com a Suzuki do Brasil uma V-Strom para realizar a viagem, e até foi pauta de reuniões a idéia de sortear a moto no último dia do Salão Duas Rodas, mas infelizmente a Suzuki não aceitou o projeto e ficamos apenas eu e a Casarão Motos que nos apoiou desde o começo e facilitou a compra da Strom que vai nos levar continente a dentro pelos Caminhos do Peabiru.

De quebra, a Casarão Motos lança seu novo site com a Rádio Casarão que já está instalada no Diário de Motocicleta e apresentará na sua programação nosso "Olá" ao longo da viagem com notícias diárias direto da estrada.
Agora os amigos podem navegar no site, ouvir um bom Rock'n Roll e ficar por dentro da nossa aventura.

O meu obrigado muito especial ao Claudio e a todos os amigos da Casarão Motos.