Entenda o Proj. Rodando as Cidades da Copa



Diário de Motocicleta

Quem me conhece sabe que eu não sei quantos caras jogam no gol... só para ter uma ideia do grau de importância que o tema futebol tem na minha vida, mas ai você deve estar se perguntando, que raios de projeto é este então?

Bom, há tempos nós sonhávamos em viajar pelo Brasil, na verdade, o plano sempre foi conhecer primeiro o nosso país, para só então sair em viagem pelo mundo.

Quebrar a cabeça montando um roteiro que cruzasse as cinco regiões foi um desafio superado, quando anunciaram a Copa do Mundo no Brasil.
O evento caiu como uma luva, já que distribuiram os jogos pelos quatro cantos do país.

Agora eu tinha um roteiro, e bastou um pouco de logística para traçar os mapas de uma volta completa, em sentido anti horário, saindo de São Paulo, subindo para Brasília, depois Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Natal, Fortaleza, Manaus (seis dias navegando o Rio Amazonas e depois descendo a BR-319), Cuiabá, Porto Alegre e Curitiba.

Vimos muitas Arenas ainda em construção, muita obra que até hoje não foi entregue, e nos tornamos os únicos turistas a visitar os 12 Elefantes Brancos erguidos/reformados para a Copa do Mundo.
Política a parte, focamos no turismo que estas 12 cidades "sede da copa" oferecem aos turistas, com ou sem um evento deste porte.

Em parceria pela 2ª vez consecutiva com o Salão Duas Rodas, nossa trip pelo Brasil terminou com a nossa moto mais suja do que nunca, em exposição no Anhembi, onde mais uma vez tivemos o prazer de receber o abraço dos amigos e escutar incríveis relatos de viajantes de moto.

COMO CHEGAR À MANAUS DE MOTO

Cidade: Manaus/AM | Categoria: Como Chegar
Postado em: 19/9/2014

É preciso muito apetite e espírito aventureiro para chegar à Manaus de moto.
Na verdade a moto vai de barco, pois a única estrada que existe ligando Manaus ao resto do Brasil é a BR-319 que segue em direção à Porto Velho/RO.

Nossa volta ao redor do Brasil foi em sentido anti-horário, o que nos fez embarcar a moto em Belém/PA rumo à Manaus/AM.

A saída de barcos para o trecho Belém/Manaus acontece uma vez por semana, dependendo da embarcação as terças ou quartas, e duram cinco dias rio acima.

Entramos em contato com a Amazon Star Turismo, e compramos as passagens no Navio Nélio Corrêa em camarote (casal) e transporte da moto (V-Strom 650).

O custo foi bem salgado, R$ 700,00 (US$318,00) para a moto e R$ 1.000,00 (US$455,00) o tal do camarote para casal.

O Navio Nélio Corrêa transporta carga e passageiros através do Rio Amazonas e se divide em vários decks. O porão e o 1º deck são reservados para carga, o 2° deck temos camarotes, redes, banheiros compartilhados e o restaurante. No 3° deck encontramos a Ponte, mais camarotes, a lanchonete e mais redes.

O curioso é que são vendidas três tipos de acomodações: camarotes, redes no segundo deck e redes com ar no terceiro deck... mas ao contrário que podemos imaginar, esse ar não se trata de ar condicionado, é o vento mesmo, já que o segundo andar é bem fechado por conta do restaurante e banheiros, e o último deck é como uma grande varanda.

É comum furtos de pertences entre os que optam por redes, já que toda a bagagem fica exposta.

Optamos por camarote com banheiro privativo, mas isso não significa conforto, já que nosso “quartinho” media 2,20x1,80m, suficiente para um beliche e espaço para abrir a porta do banheiro... bem fétido como se pode ver nas fotos.

Existe café da manhã (pão com manteiga e copo com café) por R$2,50 (US$1,00),
e almoço e jantar self service por R$10,00 cada (US$4,50).

O trajeto leva cinco dias. São mais de 1.800 km de navegação pelo Rio Amazonas e seus afluentes, com paradas em 10 portos diferentes para carga e descarga de gente e produtos.

Nossa viagem levou cerca de 120 horas e a emoção diante da dificuldade de embarcar e desembarcar a moto, é melhor que qualquer exame cardíaco.

Se preferir pode ir de avião, mas na época orçamos somente o transporte da moto em R$ 8.000,00 (US$3.600,00), e ainda tínhamos que secar a moto (retirar gasolina e fluídos) e acondicioná-la em um caixote.

Nosso contato no Amazon Star Turismo foi o Patrick que pode ser contatado pelo telefone (91) 3241-8624. O escritório fica na Rua Henrique Gurjão, 210, Reduto, Belém – Pará.

Ah! Eu ia me esquecendo... existe uma taxa de R$45,00 (US$20) de embarque e desembarque que deve ser pago para deixar o porto... então separe suas moedas!

fotos relacionadas
vídeos do roteiro
Parceiros neste projeto